Faz tempo que eu não uso esse espaço para dar dicas para estudantes de jornalismo e jornalistas recém-formados. Hoje, no grupo Um foca na sexta, uma participante pediu dicas de livros sobre perfis de jornalistas. Eis aqui minha pequena colaboração. Se você tem outras dicas, mande e eu incluo.

perfis-de-jornalistas-lins-da-silva-meloO livro essencial sobre o assunto é “Perfis de jornalistas“, de Carlos Eduardo Lins da Silva e José Marques de Melo. Li quando ainda estava na faculdade (e não o tenho aqui comigo para poder dar mais informações!) O livro reúne uma série de perfis de vários jornalistas renomados, organizados pelos autores.

a-arte-da-reportagem-igor-fuserO livro “A arte da reportagem“, de Igor Fuser, é uma boa dica. Embora não reúna perfis de jornalistas, é uma coleção incrível de grandes reportagens produzidas por grandes nomes do jornalismo brasileiro e universal. Estão ali nomes como Charles Dickens, Jack London, Euclides da Cunha, Caco Barcellos e José Hamilton Ribeiro, entre outros. Leitura essencial para quem quer se inspirar com grandes textos.

mestres-da-reportagem-patricia-paixaoOutra dica bacana é o do projeto “Mestres da reportagem“, coordenado por Patrícia Paixão. Alunos de 4º e de 6º semestres dela na FAPSP produziram em 2012 perfis de 30 jornalistas que revelam bastidores de grandes coberturas. Aparecem no livro nomes como Adriana Carranca, Gérson de Souza, Eliane Brum, Ernesto Paglia, Roberto Cabrini, Percival de Souza, Geneton Moraes Neto, José Arbex Jr., Luiz Carlos Azenha, Marcelo Canellas, Goulart de Andrade, Marcelo Rezende, Ricardo Kotscho, César Tralli, Silvia Bessa, Sônia Bridi, Valmir Salaro e José Hamilton Ribeiro, que assina o prefácio.

noticiador-noticiado-ana-lucia-medeirosEncontrei mais um livro, que não conheço, chamado “Noticiador-noticiado: perfis de jornalistas numa sociedade em midiatização“, de autoria de Ana Lúcia Medeiros. “É um livro sobre jornalistas famosos que trabalham com as notícias, escrito por uma jornalista que pesquisa e decifra as especificidades que acompanham a fama desses profissionais”, descreve o site da editora. “Por estarem continuamente na tela, apoiados por inúmeros recursos, alguns jornalistas tornam-se muito conhecidos, passam a ser identificados em espaços públicos e, muitas vezes, têm suas vidas privadas expostas em espaços midiáticos antes exclusivos de artistas, políticos, atletas, reis e rainhas. E, na sociedade contemporânea, essa exposição pode ser retroalimentada e superdimensionada pelo próprio público por meio das redes sociais, dando a esses profissionais a característica de ‘celebridades'”. Entre os nomes perfilados no livro estão Caco Barcellos, Rachel Sheherazade, Rosana Jatobá, Tadeu Schmidt e Ticiana Villas Boas.

Para finalizar, até que eu tenha novas sugestões, Jacques Mick e Samuel Lima escreveram “Perfil do jornalista brasileiro“. Não é um livro com perfis de jornalistas, mas “fruto de uma pesquisa considerada a mais ampla já realizada sobre os jornalistas brasileiros”. Leia a entrevista que o Observatório da Imprensa fez com Mick, professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política da UFSC, a respeito do livro e da pesquisa, coordenada em parceria com a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), a Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor) e o Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ).

Se você ainda não participa do grupo Um foca na sexta, que eu criei em 2013 como braço de conversa do projeto para desenvolvimento de textos de estudantes de jornalismo e recém-formados, não perca tempo! Esse post surgiu de uma pergunta de uma participante! 

Anúncios