Você já sabe que o nome oficial do Brasil é República Federativa do Brasil. Sabe que os EUA são United States of America, que a Espanha é Reino de España e a França, République Française. Mas você sabia, por exemplo, que o México se chama oficialmente Estados Unidos Mexicanos e que o Paraguai é Tetã Paraguái, em guarani? Sabe que há oito países cujo nome oficial é em português?

São eles, além do Brasil: República de Angola (também Repubilika ya Ngola), República de Cabo Verde, República da Guiné-Bissau, República de Moçambique, República Portuguesa, República Democrática de São Tomé e Príncipe e a República Democrática de Timor-Leste, que também adota a estranha grafia tétum Repúblika Demokrátika de Timór-Leste.

O que este mapa interativo faz é apresentar o nome oficial de todos os países e territórios do mundo em seus idiomas locais. São, ao todo, 105 idiomas diferentes – alguns presentes em apenas um país, como é o caso do hebraico, em Israel (Medinat Israel), do amárico, na Etiópia (ye-Ītyōṗṗyā Fēdēralāwī Dīmōkrāsīyāwī Rīpeblīk, ou República Democrática Federal da Etiópia), do catalão, em Andorra (Principat d’Andorra), e do crioulo, no Haiti (Repiblik Ayiti), entre vários outros.

Esses nomes são chamados “endônimos”. O site explica:

Um endônimo é o nome de um lugar ou localidade na língua das pessoas que vivem lá. Esses nomes podem ser oficialmente designados pelo governo local ou podem simplesmente ser amplamente utilizados.

Alguns idiomas dão nome a vários países. O caso mais notório é o inglês, que é usado oficialmente para nomear 86 países ou territórios (mas eu contei 60…) Algumas “descobertas” do site:

  • A língua oficial ou nacional mais comum no mundo é o inglês, com 86 países ou territórios, que representam cerca de um terço do total de países e cerca de 30% de área em terra do planeta.
  • Depois do inglês, os idiomas oficiais mais comuns são francês (24), árabe (23) e espanhol (20).
  • Juntos, esses quatro idiomas são usados de alguma forma oficial em 157 países (ou territórios), cerca de dois terços do total.

Se você quer explorar descobrir o nome dos 254 países e territórios, acesse o site e navegue pelo mapa interativo. Nos cantos estão os detalhes dos locais em que os quatro idiomais mais comuns são usados de alguma forma – seja oficialmente, seja com alguma relevância cultural ou histórica (o site reconhece o erro de marcar o Brasil no mapa da hispanofonía, embora não tenha corrigido isso ainda). Há outras curiosidades interessantes explicadas no site.

É curioso notar como esses idiomas estão concentrados em grandes blocos – o inglês principalente na América do Norte e Caribe, nas ilhas britânicas, na faixa entre o sul e o nordeste da África, no sudeste asiático e na Oceania; o árabe no Oriente Médio e no chifre da África; o francês no noroeste e centro-oeste africanos, além da América do Norte, principalmente no Canadá; e o espanhol em toda a América Latina (à exceção do Brasil, na península Ibérica e noroeste africano. O português está bem mais disperso, com presença em quase todos os continentes: Europa, América do Sul, Ásia e África.

Anúncios