Você deve ter ouvido a expressão “Grab them by the pussy” centenas de vezes na última semana. Dois dias antes do segundo debate presidencial nos EUA, que aconteceu no último domingo, o Washington Post vazou o vídeo abaixo, com declarações sórdidas do candidato republicano Donald Trump sobre as mulheres, entre elas essa: “Agarrá-las pela boceta”. Eu uso a palavra de propósito. Foi o que o homem que pode se tornar 45º presidente estadunidense disse. Felizmente para muitos, o vídeo ajudou a ferir o caminho dele até a Casa Branca. Assista (já voltamos ao mapa que aparece lá no alto):

Que beleza, hein? Enfim. O fato é que, como eu vinha comentando, Trump tem visto seus números despencando – pesquisas mostram uma vantagem de Hillary entre 5 e 11 pontos. E o grupo que registra o maior rechaço ao magnata republicano é, claro, o das mulheres. O mapa lá no alto mostra como seria o desfecho das eleições do dia 8 de novembro se apenas as mulheres votassem nos EUA. Hillary está representada pela cor azul, Trump é vermelho. Não restam dúvidas: ela seria eleita de forma esmagadora, com 458 delegados frente aos 80 de Trump. Os dados são do site FiveThirtyEight.

voto masculino TrumpUma pena que os homens ainda tenham direito ao voto por lá (just kidding!) Bom, o FiveThirtyEight foi além e revelou como seria o mapa eleitoral se apenas eles votassem. Trump ganharia, é claro, com 350 delegados, contra 188 de Hillary – como mostra o mapa ao lado (note, entretanto, que a diferença é bem menor: 378 delegados a favor de Hillary com o voto exclusivamente feminino contra 162 a favor de Trump com o voto exclusivamente masculino). A análise de Nate Silver, fundador e editor-chefe do site, é essa:

Parece justo dizer que, se Trump perder a eleição, vai ser porque as mulheres votaram contra ele.

trump-compare-final1Oremos, pois. Em tempo: para a revista estadunidense Time, Trump, que há dois meses estava “derretendo”, já era. Em uma segunda capa, inspirada na de agosto, o magnata aparece com o rosto completamente derretido. Que assim seja, para o bem do mundo.

Anúncios