Todos os dias eu leio dezenas de coisas e às vezes me deparo com algumas que valeriam a pena ser relidas à exaustão. São textos inspiradores de autores inspirados sobre os mais diversos temas. A ideia aqui (vamos ver se dá certo!) é compartilhar com você o que eu gostei entre o que andei lendo e acho que você também vai gostar!

Aproveite o fim de semana e boa leitura!

mamilosPara começar, em vez de um texto, um podcast. O nome é Mamilos e eu o conheci há pouco tempo. A edição mais recente, de número 79, aborda futebol feminino, a polêmica do burkini na Europa (especialmente na França) e o sucesso. Tem uma edição anterior, sobre depressão, que está sensacional. Vale muito a pena.

Anda sobre o burkini, cuja proibição na França foi revertida hoje, este comentário do Guga Chacra no Facebook vale a pena ser lido e relido pela clareza na argumentação. Ele lista as razões pelas quais a decisão de banir a vestimenta nas praias francesas é equivocada. Lamentavelmente, os comentários no post dele mostram como muita gente é incapaz de aceitar as diferenças. Mas eu nunca disse para lerem os comentários!

BrioQuem não conhece o Brio deveria conhecer! Eles publicam histórias bem pesquisadas e muito bem escritas. O texto mais recente deles, O pária, assinado por Renan Antunes de Oliveira, conta “a incrível história do maior fornecedor de cocaína do Rio de Janeiro – ou não”. Já está no ar a primeira parte (o Brio libera as reportagens em capítulos semanais, a próxima parte sai no dia 30, terça-feira). Vale ler.

Para terminar, aos que gostam de história a sugestão é a fascinante newsletter semanal do Pedro Doria, jornalista e colunista do Estadão e do Globo. Enviada por email, a newsletter tem textos gostosos sobre episódios da nossa história que não aprendemos na escola. Numa das edições recentes ele aborda a compra, pelo Brasil, do Acre. Se você gostar, pode assinar a newsletter lá no site.

Por hoje é só isso. Como tive a ideia hoje, não guardei muitos textos esta semana. Você pode também acompanhar o que eu estou lendo pelo meu Twitter.

Foto de capa: Fethi Belaid/AFP/Getty Images

Anúncios