Grande Mesquita de Samarra
Grande Mesquita de Samarra (foto: Oleg Nikishin/ Getty Images)

Recebi de uma amiga a indicação de leitura de uma coleção que a CNN Style fez sobre monumentos destruídos por guerras e conflitos. As imagens são impressionantes mas o que impressiona mais é o fato, destacado no site, de que esses locais, muitos deles protegidos como patrimônio da humanidade, nunca poderão ser visitados ou revisitados. Quem viu, viu. Quem ainda não teve a chance, não verá nunca.

O que a CNN.com não faz é mostrar as fotos do antes e depois. Por isso, resolvi reunir algumas imagens aqui, para mostrar a dimensão do que está sendo feito com locais que deveriam ser mantidos e respeitados mas estão sendo arruinados ao longo dos anos (a coleção da CNN tem monumentos destruídos de 2001 para cá) em função de conflitos motivados, em grande parte, pelo fundamentalismo religioso, com Taleban e Estado Islâmico como principais agentes.

O vídeo abaixo mostra a destruição da Citadela de Alepo, na Síria. Este vídeo da CNN mostra a destruição da tumba do profeta Jonas, no Iraque, local sagrado para as três religiões monoteístas.

Os dois vídeos abaixo mostram fumaça sobre a mesquita Khaled Ibn Walid, na Síria e a destruição dentro do templo.

Para quem se interessa sobre o tema, este artigo tem imagens de satélite que mostram outros aspectos de destruição.

Update: Um leitor do blog (obrigado, Rogério!) indicou a excelente reportagem de Dan Cruickshank, da BBC Four, sobre o assunto: Civilisation Under Attack. As imagens são igualmente impressionantes. Vale a pena assistir.

(PUBLICIDADE: Precisa de uma tradução? Procure a equipe da Traddutz, que faz traduções profissionais entre português, inglês, espanhol, francês, italiano e hebraico.)

Anúncios