Um texto bastante elucidativo da escritora Deborah Kietzmann Goldemberg sobre Pessach e Páscoa, que ajuda a entender que não, a data do calendário judaico não é a versão judaica do feriado cristão. De quebra, traz um ensinamento útil para o dia a dia. Vale a leitura, enquanto Pessach não termina!

Pensar que Pessach é a Páscoas dos judeus significa desconhecimento do próprio cristianismo. Afinal, Cristo era judeu e, certamente, comemorou Pessach diversas vezes antes de haver a Páscoa, que celebra a sua ressurreição.

A íntegra está no Brasil Post.

Anúncios