Flor que desabrocha

Uma flor, quando aparece, se aparece (nem todas aparecem), é pequena, frágil, indefesa. Precisa de água, precisa de luz, precisa de cuidados constantes. Não cresce nem resiste sem ajuda e sem o suporte da solidez da terra, mais velha, mais sofrida, mais resistente. A terra é a base da flor, seu alimento, sua orientação.

Uma flor, quando cresce e desabrocha, se desabrocha (a maioria não desabrocha), é uma imensa revelação. É um festival de cores, de cheiros, uma explosão incontrolável de sensualidade. Um botão roseado e inocente, adormecido e com aspecto sonolento, aparece e encanta, rouba olhares, desponta na multidão.

Deixa de ser apenas uma flor, entre tantas outras.

Anúncios