Eu já tinha ouvido muitos comentários – bons, na maioria – sobre a série da HBO The Newsroom (A redação). Pois hoje, depois de adiar muito (e com a ajuda da minha flatmate, que é craque e baixou os episódios, porque não temos HBO em casa!), comecei finalmente a assistir à primeira temporada.

Meu primeiro comentário: gostei muito do que vi. É dinâmica, tem diálogos bastante ágeis, clima de tensão de uma grande redação… E um monte de jargões profissionais – demorei um pouquinho até descobrir o que era o tal do EP de quem tanto falavam…! A coisa mais bacana: não trata de coisas tiradas só da imaginação dos roteiristas, mas fatos reais – o primeiro episódio gira em torno da explosão em uma plataforma de petróleo, que provocou um vazamento de óleo e na morte de funcionários em abril de 2010 no Golfo do México.

Deixo aqui um trecho do primeiro episódio, que deixa um recado importante: nós, jornalistas, temos uma responsabilidade grande ao falar, não importa se somos o William Bonner ou um Zé Mané. Carregamos o “peso” da responsabilidade da profissão que escolhemos.

Aos que não viram a série ainda, vejam e divirtam-se! Quem já viu e quiser deixar comentários, à vontade! Gostaram? Não gostaram?

Para ler: Um seriado americano e um inglês se passam dentro de Redações que tentam inovar o telejornalismo (Folha de S.Paulo), Esta não é a redação do Jornal Nacional Convocando uma nova imprensa (Observatório da Imprensa), Série de TV provoca debate sobre telejornalismo nos EUA (Portal Imprensa)

Anúncios