A brincadeira funciona assim: eu ouço um meio diálogo pelas minhas andanças e publico aqui no blog. Pode ser uma frase ouvida na rua, uma parte de um diálogo do casal da mesa ao lado, uma reclamação feita em voz alta dentro do metrô. Você usa os comentários para montar a sua história e para dar sentido – qualquer sentido – à frase. Vamos lá?

Para começar…

“Não, Rafael, isso não significa que não vou poder nunca”, disse ela.

Anúncios