O soldado israelense seqüestrado há nove dias não vai ser morto, de acordo com os três grupos terroristas palestinos que estão com ele. O ultimato imposto ontem pelas facções venceu, mas os terroristas anunciaram que não farão como prometeram. Falei a respeito hoje na RFI. Para ler a notícia e ouvir meu boletim, clique aqui. Escrevi a respeito do impasse no 23a idade.

[MAIS] Todas as minhas entradas na RFI aqui.

Anúncios