Na Copa 2006 aprendi…

… que o Brasil só é favorito por sorte/ que orgulho de brasileiro não acaba nem com a derrota/ que é emocionante subir no ombro de alguém e ficar girando com a bandeira verde-e-amarela no meio de um monte de gente entoando “pentacampeão”/ que a França e os franceses…/ que soco na cara dói muito, mais ainda depois que esfria/ que eu não faço a menor idéia do que seja um analgésico e se gelol serve para essas coisas/ que não se deve deixar coisas desacompanhadas, nunca/ que não se deve ver um jogo contra a França cercado de franceses, mesmo que você esteja com outros muitos brasileiros/ que embora os israelenses amem o Brasil, se o Brasil perder eles vão tirar sarro/ que amigo de verdade é aquele que te abraça quando você se enrola na bandeira e chora/ que eu sou capaz de chorar soluçando, sentado no chão, se o Brasil perder.

Agora é torcer por Portugal.

Anúncios