Ela aceitou com todo o coração,
mas no mesmo momento em que disse sim,
o rosto de Noah veio à sua mente

Afinal, o que você quer?

Sempre tive certeza de que nasci na década errada. Deve ser porque adoro aqueles filmes que se passam nos anos 60, 70, aquelas paixões arrasadoras, o romantismo que saiu de moda. Por isso, acho, gostei do filme que acabei de ver na TV, nesta madrugada fria: Diário de uma paixão. Um tapa na cara para quem está no barco em que estou. Deu pra sentir falta de ter nascido na década certa ou de simplesmente ter uma paixão dessas que nos deixa deitar no meio da rua para ficar vendo a troca das luzes do semáforo. Deu também nostalgia da emoção da primeira vez.

Enfim, já tomei uma decisão.

[MAIS] Para ver o trailer de Diário de uma paixão (The notebook), aqui. Para ler mais a respeito, no Adoro Cinema, aqui.

E agora está passando Mean creek. Cacete.

Anúncios