Fim de semana brasileiro tem dois dias. Mais que dois, até! Começa no fim da sexta, com o trânsito para voltar pra casa e uma baladinha mais tarde, e vai até o final do Fantástico! Em Israel não: começa na sexta-feira à tarde, na primeira estrela, e acaba na primeira estrela do sábado, só. Os sortudos saem na quinta à noite, quando as ruas ficam lotadas – sempre vejo isso no caminho para o trabalho…!

Mas esse fim de semana é diferente! Ontem foi chag, então o “finde” começou mesmo na noite anterior. E ainda não acabou…! É bom demais ter de repente duas noites seguidas para dormir! E dois dias seguidos para não fazer nada.

Eu trabalhei na quarta, mas na quinta já acordei em clima de feriado! Ontem teve jantar de Shavuot na casa de uns amigos e hoje meu pai está aqui em Jerusalém, com o carro dele, então fomos até Ma’ale Adumim passear. Daqui a pouco, balada. E amanhã, o dia para ler jornal, escrever umas coisas, ficar de pernas pro ar.

O fim de semana está sendo tão brasileiro que o canal Sport5+ teve um especial Shishi Brazilai (sexta brasileira), com jogos da seleção favorita por aqui na Copa e o documentário Ginga, que eu não tinha visto ainda!

Saudade de ter fins de semana brasileiros uma vez por semana!

Yeda, feliz aniversário pra você, tudo de muito bom! Saudade!
* Adoro um amor inventado, adoro.
Tem foto nova no meu flog, da visita do Edu Shor aqui em Israel!

Anúncios