De vez em quando é bom mandar tudo meio que às favas. E eu tinha até me esquecido do prazer que existe em apreciar um charuto, como na época em que trabalhava em uma revista sobre o assunto. Comprei um isqueiro fresco ontem, e hoje acendi um dominicano que encontrei num supermercado, gostinho de chocolate. Ver a fumaça e não pensar na vida, pelo tempo que dura um charuto.

Anúncios